segunda-feira, 24 de julho de 2017

Recordações da Liga Eucarística de Rande


De vez em quando lembra, em memorações instantâneas, que há sempre mais qualquer coisa para lembrar. Como desta feita vem à ideia recordar uma das organizações religiosas que existiram em Rande, entre estruturas paroquiais que deixaram marca na vida comunitária noutras eras. Calhando de evocar uma instituição antiga como foi a chamada Liga Eucarística dos Homens de Rande, que, além de ter tido papel importante na vida religiosa e nas celebrações, se fazia também representar nas procissões da paróquia, quer na procissão solene da festa paroquial, como na Peregrinação do Concelho ao monte de Santa Quitéria. Em cujos trajetos se faziam ouvir as vozes do Grupo Coral da Liga, também, mais desfilava altaneira a sua atraente bandeira que era uma honra ser empunhada à vez pelos seus elementos.

Na pertinência da realização da Festa de Rande e atualidade de mais uma Procissão Paroquial, relembramos essa antiga realidade que deu carisma na vivência paroquial, conforme está registado no livro historiador da região, “Memorial Histórico de Rande e Alfozes de Felgueiras”, publicado em 1997, como é do conhecimento geral.


Fazendo memória da Liga em apreço, na oportunidade, ilustramos sua perene lembrança com imagens respetivas, quer do símbolo braçal, a braçadeira usada em ocasiões de representatividade, como por meio de outros adereços, através duma  fotografia histórica do dia da estreia da bandeira própria e uma captação fotográfica, anos depois, dum trecho da procissão da festa da paróquia com correspondente representação incorporada.  


Armando Pinto
((( Clicar sobre as imagens, para ampliar ))